Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tiros e Chuvas

Na manhã, assim como tantas outras
os ares foram rasgados
sentimentos pisoteados
sonhos e mais sonhos defamados

Brilho nos olhos dos pequenos
que observam as luzes rasgando
nas direções perdidas

A chuva vem triste
chega vermelha ao pé do pequeno morro
onde o lixo se acumula
mais e mais problemas ignorados

É hora do barco boiar no sangue
as lagrimas são vermelhas também
e o ar continua a ser rasgado
e mais chuva desce para as casas

Explosões e estardalhaços
Ninguem para impedir
A grande onda de sangue...
Ela não vai parar!

Ainda há muita sujeira para arrastar
mais força daqueles que
estão no caminho
Perdidos e tristes

Vítimas de sangue...
Pequenos patriotas...
Pássaro das Palavras
Enviado por Pássaro das Palavras em 26/02/2007
Código do texto: T394346

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Pássaro das Palavras
Piracicaba - São Paulo - Brasil, 34 anos
167 textos (6408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 17:06)
Pássaro das Palavras