Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em busca da palavra-perfeita

Buscava o guerreiro poeta
As sendas da palavra-perfeita
Com a espada ña mão direita
Em punho o arco e a seta

A espada era a verdade
A justiça e as honrarias
Viajava atroz os dias
E atingia quem tinha bondade

A seta era a coragem
A raça, a valentia
Se tinha medo, não o sentia
Silencioso ou selvagem

O arco era a amizade
Que atirava suas agulhas longe
Enquanto o poeta se esconde
Da sombra e da vaidade

A palavra-perfeita não sei
Não posso e nem conheço
Sua busca não tem preço
Seja para o poeta ou o rei

E a espada será rosa
A seta será o rimário
O arco, desnecessário
E a palavra-perfeita nossa
                     nossa
                     nossa
                     nossa
Gabriel Caetano
Enviado por Gabriel Caetano em 10/08/2005
Código do texto: T41704


Comentários

Sobre o autor
Gabriel Caetano
Irlanda, 70 anos
89 textos (4059 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/10/20 12:42)
Gabriel Caetano