Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casa da Vovó

Não tinha este colorido de hoje,
Assim tão frenético, assim tão apressado, assim tão conturbado,
Nem as riquezas do conforto,
Nem as tecnologias.

Tinha as paredes quentes e aconchegantes
As portas eram escancaradas, iluminadas e vivas
Tinha um gosto de cravo e canela
Em cada janela

Tinha um coração tão grande
Simples, e tão acolhedor
O aroma do café e a fumaça na chaminé
Impregnou minha fé

Observando a foto me dei conta
Como eram belas aquelas manhãs de primavera
Quem me dera se pudesse voltar
E acender a brasa daquela quimera
Angeluar
Enviado por Angeluar em 09/01/2018
Código do texto: T6221564
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Angeluar
Novo Horizonte - São Paulo - Brasil, 83 anos
1102 textos (52091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 20:54)
Angeluar