Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fantasias provincianas ( Ou Fechem as cortinas!)

Do luxo ao lixo,
virei carrapicho
sei que o melhor se foi...ora, capacho sou.

Minha maquiagem borrou...de tanto que chorei..
...rimel na boca,
batom nos olhos...
alguém viu de perto o que eu falava
e tudo acabou
ou alguém beijou meus olhos e me cegou...

Você ouve? É mozart!

Meus putos não estão mais comigo
meu pitos jazem arriados
não sinto mais o gosto molhado
não tem mais pizza, pois tudo já é.

não há chuva sequer que me molhe
nem toalha sequer que me seque
é um desalento só...durou tão pouco...mas eu ri demais!

vejo o espelho embaçado agora
um pouco do que eu era
ainda há mais dor a sentir, será?
Sorrindo para lagartas?

O que sou sem meu brilho?
Quem eu sou sem minha maquiagem?
O que quero além de minhas fantasias?
Pra onde vou além de onde eu estou?
O que será que te fiz, oh mestre dos magos?

Do ouro e da prata me desfiz...
Diamante já não sou mais...
ou pra quem sou pouco importo.

pouco importa o que sou, já não sou mais
pouco importa quem não sou, já não tenho mais
pouco importa onde vou, ninguém virá atrás...

Leve-me grande mestre pro seu labirinto de fantasias,
onde eu possa viver outra vida, igual a que eu vivia...
devolva minha maquiagem
devolva minhas asas
Devolva meus encantos de Ouro e Prata...
...mesmo sem metal algum.

ah, e por último, não esqueça do meu brilho de volta
ou apague a luz e feche a porta
O show acabou
as flores estão no jardim
deixei as sementes na mesa...
apaguei o fogo
o cigarro acabou
a cerveja esquentou
e tudo enfim, esmereceu em mim,
até breve...até logo ou até o fim?

Clóvis Correia Neto
Enviado por Clóvis Correia Neto em 21/08/2019
Reeditado em 21/08/2019
Código do texto: T6726019
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Clóvis Correia Neto
Olinda - Pernambuco - Brasil
274 textos (4968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 06:02)
Clóvis Correia Neto