Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEMENTES DE BOBAGENS

Meu grito se expõe
Escrevendo esta poesia
Que o ardente amor compõe...

Chamando pelos ventos
Dos erros aos acertos
Talvez a mais breve alegria
Que já pude ter um dia...

Aponto o meu dedo
E o encosto em meu peito
Ele perfura e invade
Extrai do peito a saudade

Sei que vagueio no olhar
Desordenado e perdido
Pois não sei bem o sentido
Do que quero encontrar...

MAS SAIBA...

Eu não vou desistir
Ou me distrair fazendo verso
Vou correr de encontro a vida
E viver tudo que quero

Tenta ser ausente
Recusa meu presente
Ignora o que sente

ASSIM...

Faça a sentença
mais cruel ao coração

É QUE SÃO...

Sementes de bobagens
Florescendo no verão
Dando frutos de imagens
Que depois se perderão...
PoetadoKaos
Enviado por PoetadoKaos em 29/10/2007
Código do texto: T714792
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta do K@os - http://poetadokaos.blogspot.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PoetadoKaos
Três Corações - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
159 textos (3199 leituras)
2 áudios (38 audições)
1 e-livros (31 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 11:27)
PoetadoKaos