Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AVE TRISTE

Lá no fundo do vale perdido
onde ninguém tem descido
mora um curiango sozinho.
Que vive piando noite afora
chamando por quem foi embora
tirando o sono de seu vizinho.

Nas madrugadas fico ouvindo
e como se ele tivesse pedindo
talvez...pela volta de alguém.
Mas os piados de quem chora
vai durar até a aurora
aqui não vive mais ninguém.

Seu piado e um lamento
que transmite o sofrimento
e vai ecoando na madrugada.
Bem no meio da capoeira
tendo a lua por companheira
iluminando sua morada.

No sertão seu piado avança
e a pobre ave nunca cansa
isso faz parte de seu viver.
De bem perto ou bem distante
seu piado e tão constante
vai até o dia amanhecer.

E toda a noite piando vai
até nas matas do Paraguai
e e assim,sua vida inteira.
Em noites escuras ou de luar
lá esta ele,sempre a piar
também em matas brasileiras.
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 07/11/2007
Reeditado em 06/03/2009
Código do texto: T727266
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2611 textos (231177 leituras)
31 e-livros (2316 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 11:27)
GIL DE OLIVE