Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*** SEMANA DAS MÃES EM POESIAS *** *** (2º DOMINGO DE MAIO) *** *** (DUAS VERSÕES DE UM MESMO AMOR) *** *** (02/07) ***



Mãe (O Canzoneto)
ABAB – CAC – DEED – FGF – GHHG.

Mãe, eu sei que mesmo longe, você estava presente.
Sei que tinha que trabalhar para o nosso sustento.
O seu dia começava bem antes mesmo do nascente.
Você jamais imaginou deixar seus filhos ao relento.

Mãe em toda a sua vida, você nos doou seu coração.
Fez-se de mãe em todas as etapas e se fez influente.
A sua dedicação foi total, uma mãe sem comparação.
 
Mãe, nossa maior satisfação é vê-la alegre e sorrindo.
Você é a senhora amor, está sempre derramando amor.
Jamais se esqueceu de nos irrigar com seu amor-maior.
Obrigada pelo seu fiel amparo e por ter nos assistindo.

Mãe, suas virtudes são reais, fazia e faz tudo por prazer.
Ainda é para nós, a nossa mãe simpatia, a nossa poesia.
Fique sabendo que te amamos, é tudo que podemos dizer.
 
Mãe, você é nossa luz, nos ensinou a viver em harmonia.
A sua alegria é dividida, você distingue nossas verdades.
Dividir o amor é contigo, o parto, a vida e as igualdades.
Queremos ainda morar mil anos dentro da tua sinfonia...

          Canzoneto, é uma criação da poetisa Margareth D. S. Leite do site Recanto das Letras.

José Aprígio da Silva. “Lorde dos Acrósticos”
Ceilândia/DF.
Sexta-feira, 03 de maio de 2013 – 00h42.
***SEMANA DAS MÃES EM SONETO ***


********************************


*** Mãe (O Soneto) 02/07 ***

Mãe, eu sei que mesmo longe, você tava presente.
Sei que tinha que trabalhar para o nosso sustento.
Você jamais imaginou deixar seus filhos ao relento.
O seu dia começava bem antes mesmo do nascente.
 
Mãe em toda a sua vida, você procurou ser coerente.
Fez-se de mãe em todas as etapas nos deu seu alento.
Foi e é a guerreira, não teve medo dos dias turbulento.
Quando necessário fez uso das palavras corretamente.
 
Mãe a nossa alegria de ontem e de hoje é vê-la contente.
Soube como ninguém fazer do seu canto o nosso canto.
Jamais/nunca se esqueceu de nos cobrir com seu manto.
 
Mãe, a sua virtude eram evidente não ficavam pendente.
Ainda é para nós, a nossa mãe simpatia, o nosso encanto.
Fique sabendo que te amamos, é amor imenso, e é tanto...
 

***************************

 
   Esse é o 2º canzoneto/soneto da “SEMANA DAS MÃES EM POESIA”, espero que todos e primordialmente todas as mães gostem, mães são 24/horas por dia, 7/dias por semana, 30/dias por mês, 365/dias por ano, não recebem salários, e nem férias.
   Elas estão sempre ali na labuta, eu sei que uma semana ainda não é nada em comparação o muito que ela já fez e continua fazendo em nossas vidas, mãe é tudo de bom, é um anjo de DEUS na terra, todas as mães são as Marias, Maria a mãe de Jesus.

José Aprígio da Silva.
“Lorde dos Acrósticos”
Stenius Porto.
Ceilândia/DF.
Quarta-feira, 25 de Abril de 2012 – 00h58.

Stenius Porto
Enviado por Stenius Porto em 06/05/2014
Código do texto: T4796176
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Stenius Porto
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 59 anos
342 textos (9969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 18:23)
Stenius Porto