Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*** (SEMANA DAS MÃES EM POESIAS) *** *** (2º DOMINGO DE MAIO) *** *** DUAS VERSÕES DE UM MESMO AMOR. *** *** (05/07) ***

**************************

*** Mãe (O Canzoneto) ***
*** (05/07) ***
ABAB – CAC – DEED – FGF – GHHG.

Mãe do seu ventre, eu nasci ainda sou a sua maior alegria.
Do seu amor nós ficamos apenas com as fatias deleitosas.
Agradecemos por tudo que fez, ainda temos uma parceria.
Você é nosso brilhante de todas as pedras as mais valiosas.
 
Mãe desejo viver ainda longos anos dentro do seu coração.
Você é amor, é a dona da mais linda parte da nossa história.
Disse-nos que a vida é feita de escolhas, viver é uma opção.
 
Mães ainda hoje nós lembramos a sua voz, o seu belo canto.
Nunca fugiu das labutas, uma marcial que jamais foi vencida.
O seu amor ainda é nosso lar, quem tem seu amor, tem vida.
Você na chefia das nossas vidas, nunca ficaremos sem manto.
 
Mãe, eu sei das suas muitas dificuldades, a sua missão árdua.
Hoje vê seus filhos crescidos, você sente o valor da conquista.
Muitos dos dias você precisou se multiplicar ser mais de duas.
 
Mãe, você é nosso presente, uma mãe distinta, a mãe otimista.
Neste seu dia tão seu, até os anjos fará coro nos anis dos céus.
Vai ser um dia de muita festa, um dia de alegria junto aos seus.
É uma pena que é um dia por ano, você é nossa mãe benquista.
 
**********************************

Canzoneto, é uma criação da poetisa, Margareth D. S. Leite do site Recanto das Letras.
 
José Aprígio da Silva.
“Lorde dos Acrósticos”
Stenius Porto. Brasília/DF.
Sábado, 04 de maio de 2013 – 12h30.


*********************************


*** Mãe (O Soneto) 05/07 ***
*** (2º DOMINGO DE MAIO) ***
 
Mãe do seu ventre, eu nasci ainda sou a sua alegria.
Do seu amor recebi apenas as mais gostosas fatias.
Hoje pra te homenagear componho muitas poesias.
Desejo viver firmemente dentro da sua divina glória.
 
Mãe, eu sei que sente muito feliz com minha vitória.
Você me ensinou que a vida não é feita de fantasias.
A vida precisa ser vivida firmemente com harmonias.
E que cada um de nós, somos dono da nossa história.
 
Mãe, eu ainda posso ouvir sua voz nas suas cantorias.
Cantava pra que eu dormisse, foi à dona da simpatia.
Até hoje o boi da cara preta não me pegou, eu dormia.
 
Mãe, hoje são recordações de um tempo que se recria.
A sua força em mim se fez presente no nosso dia a dia.
Agradeço pelo auxílio, ainda temos uma doce parceria...


*****************************************


       Esse é o 5º canzoneto/soneto da “SEMANA DAS MÃES EM POESIAS”, espero que todos e primordialmente todas as mães gostem, mães são 24/horas por dia, 7/dias por semana, 30/dias por mês, 365/dias por ano, não recebem salários, e nem férias.
     Elas estão sempre ali na labuta, eu sei que uma semana ainda não é nada em comparação o muito que ela já fez e continua fazendo em nossas vidas, mãe é tudo de bom, é um anjo de DEUS na terra, todas as mães são as Marias, Maria a mãe de Jesus.

 
José Aprígio da Silva.
“Lorde dos Acrósticos”
Stenius Porto.
Brasília/DF.
Domingo, 22 de Abril de 2012 – 16h18.
Stenius Porto
Enviado por Stenius Porto em 09/05/2014
Reeditado em 09/05/2014
Código do texto: T4799957
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Stenius Porto
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 60 anos
342 textos (10018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/19 19:34)
Stenius Porto