Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRELA DA AURORA





Ó, minha estrela da aurora...
Escute-me, pois sei que estais presente,
sinto o teu cheiro de suor.
Quero mastigar a tua sílaba...
Quero que chegues nas noites
Silenciosas, não feito miragem!...
Mas que os teus seios, os teus
Cabelos sejam feitos dunas,
Onde eu adormeça sem me preocupar
Com o meu porvir.
Então, peço que dardejes a minha pele
Com sua pele eletrizada.
Que no teu corpo quero navegar, e,
Perder-me feito um náufrago em tua ilha.
Assim:
Te guardarei , sem perder-te jamais
Ó, minha estrela da aurora...
arranca de mim a tua semente
de vida ou morte, e nas minhas preces
tu pressintas o teu porvir. E no silencio
da noite, assassina a minha solidão e
amasse a minha dor vazia.
Que no final da primavera o teu amor
Sejas pra mim eterno.

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 31/10/2007
Código do texto: T717469
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
ALBERTO ARAÚJO
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
3138 textos (159795 leituras)
33 áudios (3222 audições)
35 e-livros (6655 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:30)
ALBERTO ARAÚJO

Site do Escritor