Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ AMANHÃ CAMARADAS!

Aos meus amigos e amigas
ATÉ AMANHÃ CAMARADAS!

Forjámos
O imenso que somos
Debaixo da batalha existencial
De todos os dias
De todos os tempos

Até amanhã camaradas!

Perdi a conta
Aos conflitos
E guerras
Que não deixámos de ter entre nós
Saudáveis
Porque isso
Ensinou cada um a respeitar o próximo

Até amanhã camaradas!

Alguns se perderam
Alguns deixaram de fazer parte
Talvez porque nunca realmente
Importaram
Ou se importaram
Restando o apenas imenso de vocês:

Até amanhã camaradas!

Nos sorrisos
Lágrimas
Suor
E até algum sangue
Mas nunca, jamais!
Na indiferença
Criámos a fortaleza
Gerámos o “nós”
Que nunca se há-de desfazer
Recriámos o impossível
Fomos por instantes imortais
Porque acreditámos
Que nunca havemos de acabar
Sendo estas linhas apenas
Um até já muito breve
A durar o tempo da saudade
Que virará a ampulheta
Da distância
E nos tornará próximos
Como mais ninguém em todo o Universo

Até amanhã camaradas!

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 09/04/2006
Código do texto: T136245


Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5546 textos (188537 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/04/21 11:40)
Miguel Patrício Gomes