Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Márcia Caldeira

Eu te chamo Mô
Mô – de Mocréia
Que vem
Entre Azaléias
Ou quem sabe
Numa boléia
Trazendo seu ombro
Dando-me conforto
Fazendo da amizade abrigo
Dando-se, doando-se, como só
Fazem velhos amigos

Amigos
Bom amigo – encontra-se por aí
Excelente amigo – talvez, meia dúzia?
Amigo do coração – Um, dois, quem sabe?
Você, amiga do coração,
Que me traz pela mão
Me levanta do chão
Não me faz sermão
E não pede seu quinhão
Eu encontrei um dia

Anda ao meu lado
Faz-me acreditar
Que vale a pena falar
Que vale a pena andar
Que vale a pena ter uma amiga
Pra sempre – com quem conversar

Te gosto muito Môôôôôôô – créééééiiiiiiiiiiiiaaaaaaaaaaaaa!
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 11/07/2006
Reeditado em 12/12/2007
Código do texto: T192065
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1435 textos (74344 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/05/18 22:22)
Fátima Batista

Site do Escritor