Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Simplesmente, amigos...

 

 

Em um mundo virtualmente abstrato, por vezes real, por outras, enigmático, nos conhecemos...

 

Encontro este repleto de pudor, o pudor do começar, e assim começamos, amigavelmente presentes, percebemos...

 

Segredos amedrontados, pedidos envergonhados, medo por vezes, e assim tememos...

 

Noites transformadas, do mais puro tédio, as mais sublimes gargalhadas, hoje, sabemos...

 

Nossa amizade, que assim prossegue, com rumo à incerteza, que a vida nos oferece, e dentro de nossa realidade, que seja a nosso querer, então, queremos...

 

 

Gildênio Fernandes


Para meu nobre amigo de  "Caicó" - I.

Gildênio Assis
Enviado por Gildênio Assis em 11/09/2007
Reeditado em 11/09/2007
Código do texto: T648059

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gildênio Assis
Itaú - Rio Grande do Norte - Brasil, 37 anos
785 textos (36088 leituras)
36 áudios (1462 audições)
3 e-livros (124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 10:45)
Gildênio Assis