Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois.


O que pulsa repulsa no mistério dos olhares
É impressionante o formato de maça em seu rosto
E esse avermelhado em teus olhos arredondados
Te deixam belo, parece verdade.
Vaidade.

O som dos teus ouvidos a se calar
E essa voz que inebria meu corpo ao te tocar
É mágico, como no circo, o palhaço faz gargalhar
Você, me faz amar.

No fundo da minha memória
Um baú de história, sem fim, sem data para acabar
Você me deixa ausente de mim
Como sequer vou me encontrar?
Se você não me deixa pensar..

Você está comigo em todo lugar.
No futuro da minha memória, você mora lá.
No inferno no céu, ou no mar, você sempre vai estar.



Diogo Castro
Enviado por Diogo Castro em 05/10/2007
Código do texto: T681141

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diogo Castro
Jacareí - São Paulo - Brasil, 28 anos
68 textos (2787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 18:20)
Diogo Castro