Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morena sensual

A mulher loira passou,
Não me despertou o maior encanto,
Ela cresceu
E se casou com o primeiro namorado rico sem pranto.
 
A mulher branca dos cabelos pretos também se foi,
Juntou-se com o amor de sua vida
E jamais se lembrou de nós dois,
Quando de mim ela debochava num ar infantil, minha inferida.

Das duas eu queria o que não me podiam dar,
As duas eu desejava como eu não podia possuir.
As duas eu amei platonicamente sem assumir
E as duas eu odiei em silêncio sem hesitar.

A mulher morena surgiu sem buscar o meu amor,
Queria apenas meu corpo sem o menor pudor,
Mas conquistou minha amizade sem me esconder
Quem ela amava tratou logo de me fazer saber.

Mas ela é quem com o tempo eu desejo conhecer,
Com o maior respeito e admiração dela não tenho ciúmes.
Se ela, porém, ao meu lado estiver
Triste ficarei se não se jogar aos meus braços sem crimes.


                  H. P. Simões
Ulisses de Maio
Enviado por Ulisses de Maio em 11/11/2007
Reeditado em 27/01/2008
Código do texto: T732563

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses de Maio
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
1248 textos (16559 leituras)
21 áudios (172 audições)
16 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 10:32)
Ulisses de Maio