Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Dia chuvoso e cinzento,

deixa-me triste e calado,

Ouço o som do vento, o silêncio,

a chuva batendo no telhado.


Cigarras, elas emudeceram,

Àrvores não cessam de chorar,

os pirilâmpos desapareceram,

pássaros deixaram o cantar.


Da janela observando a chuvarada,

avenidas da orla praiana, vazias...

passos trôpegos de um ébrio na calçada,

ondas batendo nas rochas, bravias...


Não me importam a chuva e o vento,

ou a neblina a tudo esconder.

Me dói no peito, este longo tormento,

tristes momentos,só, até o amanhecer!
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 20/02/2006
Reeditado em 20/02/2006
Código do texto: T114239
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
9728 textos (1830445 leituras)
2 áudios (1232 audições)
101 e-livros (6641 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 00:09)
Maurélio Machado