Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despedida

Despeço-me de ti AMOR

Nada findou, mas tenho de despedir-me de ti.

Pedi a Deus para me ajudar a acalmar a dor.

A dor do AMOR

E sonhei contigo, me despedia de ti...

Não quero partir, mas tenho de ir

A dor e termenda dentro de mim

Não posso maguar meu Ser deste geito, AMOR

Então pedi  para Deus me ajudar a acalmar a dor

Ele ajudou

Não quero ir AMOR, mas tenho de te libertar

Não quero ir AMOR, mas tenho de me libertar

Libertar-te para seguires teu caminho

Libertar-me para voltar para meu trilho

E por isso eu saio, AMOR

Sim! Saio, sem sair

Quero tua Amizade para sempre

E por isso parto sem partir, fico sem ficar

Afasto-me sem me afastar

Tenho de partir para toda esta dor terminar de vez, AMOR

Tenho de ir, mas não quero ir...



2008/09/28


Margarida Rocha





Margarida Rocha
Enviado por Margarida Rocha em 28/09/2008
Código do texto: T1201012

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Margarida Rocha
Portugal, 56 anos
409 textos (11832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 18:05)
Margarida Rocha