Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Pirata, que teces teias
De brocados e de sedas
Derrubas minhas ameias
Em volúpia me incendeias.

Astuto, que me adivinhas
Arrebatas, desatinas
O sangue de minhas veias
Agitas quando caminhas

As redes de azuis safiras
Rendadas de brancas espumas
Que ladeiam tuas praias
Vêm assaltar as minhas

Ai noite, tu que vigias
Muda a rota das estrelas
E o frio que me arrepia
...Estou tão longe essa Ilha!




4/5/2004
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 17/03/2006
Reeditado em 09/09/2006
Código do texto: T124652
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 68 anos
1279 textos (137576 leituras)
60 áudios (14459 audições)
9 e-livros (6494 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 17:06)
Maria Petronilho

Site do Escritor