Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Objeto

Eu tenho um objeto
Preso dentro do peito.
Ele pula, grita, corre, esperneia
Preso por uma dura correia
Seus gritos não têm efeito

Tento, em vão, acalmá-lo
Pobre de mim – vãs tentativas
Ele tem força e vontade própria
E pra loucos devaneios me arrasta
E me devora e me consome

Pequeno e delicado objeto
Tão forte e tão consciente
Busca desenfreadamente
O que tento tirar de minha mente
Resgatar e trazer presente
Este meu amor tão ausente.

Ah, meu objeto, tão fraco tão pequenino
Tão dono de si, tão senhor de minhas ações
Que me faz tão fraca, tão oscilante
Tão indecisa, tão vacilante
Que me faz voltar atrás
Que me faz tão incapaz
De dizer Adeus.


Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 04/04/2006
Reeditado em 12/12/2007
Código do texto: T133691
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 58 anos
1461 textos (77143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/21 08:56)
Fátima Batista

Site do Escritor