Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Tanto Amar-te

De Tanto Amar-te

Teus cenários tocam meus olhares
Enquanto florescem silêncios em meus lábios
Para te sentir é preciso que me dispa das palavras.
Bebo da doçura da cumplicidade que contemplo
Refletida no leque de cores que me abres.
Colho o sol da tarde, a música do mar
E o cheiro de poesia que anuncias
Na concha rumorosa das tuas mãos.

Detenho o desejo da proximidade
A chama dos impulsos e desassossegos.
Deito um sorriso nas asas do dia
Que voa para além do horizonte.
O último raio de sol, feito pombo correio
Parece te levar o gosto de malvasia
Com que vesti os beijos meus.
Estendem-se meus dedos, tal qual aragem
Como se pudessem envolver e alcançar
A nudez dos teus encantamentos.
Há uma urgente ternura a caminhar
Alinhando o ritmo do meu coração ao teu.

Selo a contração do dizer-me
Dobro o estremecimento do sentimento.
Sustento gestos, detenho as aflições,
Ainda que escorram das minhas mãos
Rios de carícias, oceanos de emoções.
Guardo as auroras que anseiam descerrar
A noite que cobre os olhos teus.
Resigno meu sentir às fronteiras do silêncio
Casso o passaporte das confissões
Dos tantos afagos, cheiros e sabores
Que habitam a pátria dos meus sentidos.
Como fazê-los compreender que tua pele
É ainda terra distante, caminho estrangeiro?
Meus passos viandantes apenas dedilharam
Os corredores e desvãos da tua alma.

Um dia, quem sabe, rebele-me
Desencontrada de qualquer silêncio
Liberta das muralhas da hesitação
Insubordine-me de qualquer contenção
Delatando minha sede em tua boca
Será então, tempo de abrir mares
Desancorando este amor desmedido.
É que sempre foste bússola
Cruzeiro do sul, rosa dos ventos
A guiar o destino do meu peito.
É que sempre foste meu encontrar
Com o pulsar de qualquer sílaba
Entoada pelos lábios da vida.

© Fernanda Guimarães
Fernanda Guimarães
Enviado por Fernanda Guimarães em 13/01/2009
Código do texto: T1382291

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Guimarães
Fortaleza - Ceará - Brasil
430 textos (66600 leituras)
9 áudios (1844 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/06/19 22:19)
Fernanda Guimarães