Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Texto para a Ciranda Poética do mesmo nome.
 
MEU APELO
Nadir A. D'Onofrio
 
Foi tão grande minha dor
Noites e noites,
Por teu nome clamei.
Chorei, pedi, implorei,
Tudo em vão...
Onde estavas nesses momentos?
Em que a angústia, sofrimento,
Todo meu ser invadiu...
Errei sim, reconheço
Proferi palavras ofendi!
Mas arrependida,
Perdão eu lhe pedi...
O que mais quer você de mim?
Que  arraste-me aos seus pés?
Meu amor por ti é grande
Descartei, até meu orgulho...
Com minha alma, devastada
Faço-te um apelo.
Será um pedido derradeiro
Volte para mim,
Não consigo viver sem ti...
 
30/04/2005
Santos/ 10:40
Respeite Direitos Autorais.




 
Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 06/05/2005
Reeditado em 22/08/2020
Código do texto: T15202
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Serra Negra - São Paulo - Brasil
948 textos (103923 leituras)
147 áudios (14267 audições)
12 e-livros (3210 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/21 04:09)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor