Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ISAMAR

Às vezes, a solidão não me deixa acalmar,
Então, me pego a procurar o meu sonhar.

Lanço o meu farol a iluminar,
A procura de um olhar.

Que nem sei se é verde como o mar
Ou se é azul da cor de o ar.

Que nem sei se é preto como o luar
Ou se é castanho da cor de o meu piscar.

Não sei nada de o meu lar,
Mas sei que um dia ela vou amar.

Longe de o meu pegar,
Mas perto de o meu andar.

E pra que procurar?
Se, me reflete o seu brilhar


Tássio Telles, Nazaré da Mata/PE, 10 de fevereiro de 2003.
Tássio Telles
Enviado por Tássio Telles em 17/05/2006
Código do texto: T157644


Comentários

Sobre o autor
Tássio Telles
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 40 anos
55 textos (1840 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 18:33)
Tássio Telles