Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cálculos do Amor

Cálculos do Amor


Conto com cuidado os dias que vão se aproximando, passou maio mês das noivas e vem junho o dos namorados.Nem namorei, nem noivei contigo, ah! Meu precioso pássaro, onde andarás?
Conto os minutos de que fico esquecida de tua voz, da seda que é tua pele, parece que me fora ontem que beijei teus pés e ardi em desejo vendo as sardas de teus ombros...Quanto desejo e sonho!
Conto ás vezes em que me perco pensando em você, em meio ao trânsito, no trabalho, numa música ou no acenar do vento. Ai que me toco como se sentira tuas mãos e braços a me esquentar! Quem dera poder me aninhar a ti, meu anjo dourado!
Eu vivo assim a contar estórias a esse diário mudo que só ouve minhas lamentações e murmúrios pela tua falta.Pudera eu poder escrever em teu corpo com minha língua e provar do teu doce de amor.
Conto e reconto e não encontro na matemática o número exato de tantas loucuras que fiz por ti e que ainda faria.
Chega junho, mês dos namorados eu desejo ser a tua amante, teu sol nascente, teu poente, teu regaço, tua colcha de retalhos, tua água.
Mas maio já passou...E o sonho de ser tua noiva foi morar em outro estado, noutros meses que não sei quais são.
Moras, porém ainda me meu coração! Seja qualquer dia, qualquer noite, mês ou estação!


Paula Belmino
*visitem meu blog:
paulabelmino.blogspot.com
Paula Belmino
Enviado por Paula Belmino em 03/06/2009
Código do texto: T1630349

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Paula Belmino
Lagoa Nova - Rio Grande do Norte - Brasil, 45 anos
1168 textos (136522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 12:06)
Paula Belmino