Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APRISIONADA

Aprisionada a esse amor
Aprendi a gostar dessas correntes
São elos que cultivo com fervor
Na mais louca paixão incoerente
 
 
Quero continuar nessa doce prisão
Pensar em ser livre, me causa agonia
Quero para sempre essa união
E nunca, jamais, pedirei alforria
 
 
Sou escrava desse desejo
Sou devassa, sou emoção,
Sou a causa do seu mêdo
Sou seu mistério e sua premonição
 
 
Aprisionada aos seus sentidos
Sou parte integrante do seu ego
E mesmo que você tente mudar o destino
Não tem jeito... Sou sua e não nego!
 





Vitória-ES

 
 
 
 
 
Baby
Enviado por Baby em 26/05/2006
Código do texto: T163408

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (22876 leituras)
2 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 05:39)
Baby