Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RATOEIRA

Estava num canto calada sem saber o que fazer,
se ia em frente do plano traçado ou desistia ali,
conflitante desejo sujo e ao mesmo tempo envolvente,
à espera daquele marujo barbudo e atraente.

Por mares viajou sua imaginação tramando amores,
escrevia contos como ninguém e agora ela era a personagem,
mas o destino apronta e nem nos deve favores,
o marujo veio, amou, iludiu e seguiu a viagem.
Mateus Ambra
Enviado por Mateus Ambra em 08/06/2009
Código do texto: T1639029
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Mateus Ambra
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
664 textos (56098 leituras)
1 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 18:33)
Mateus Ambra