Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOTURNA

Ás vezes me pergunto se sou como a lua!
Se meu reino é mesmo a noite densa...
Se minha felicidade desabrocha ao luar...
Ou se hoje, nosso cotidiano me faz assim pensar!

Durante o dia, o sol me traz o colorido...
O brilho das flores, o canto dos passarinhos...
Passeio por essa grande festa, nesse barulho existencial...
E meu corpo se inebria, ainda vivo de energia...
De ter passado a noite toda com você!

Mas... ao cair da tarde, algo me invade...
Meu corpo absorve e se torna crepúsculo...
É como se eu por uma angústia fosse tomada...
O tempo demora a passar... meu coração acelera...
Cria-se um descompasso... me deixo abater!

Quero nesse período somente introspecção...
Me traduzir nas palavras, em forma de poesia...
Na doce agonia de esperar a hora...
O momento de poder de novo te encontrar!

E é na chegada da madrugada meu mágico momento...
É nessa hora que me sentirei uma... junto a você...
Meu corpo se torna vida, meu sorriso escancara
Todo o mundo parece que conspira...
Se fazendo silêncio perante nosso amor!
Só a música e o acelerar de corações são ouvidos...
E a madrugada cria vida... luzes de seres a amar!

Se sou lua? Não saberia responder...
Mas sou noturna, pois à noite volto a viver...
Já que é ela...a noite... que me leva até você!

Santo André, 26.07.04 - 18:55 h
Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 29/05/2006
Código do texto: T165210


Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
646 textos (93831 leituras)
14 áudios (2075 audições)
4 e-livros (1458 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/21 10:57)
Enloucrescida