Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Banho na chuva


Banho na chuva

Meu corpo nu
Molhou-se por inteiro
Nos pingos grossos
Da chuva que caía...

E foi assim que um dia
Corri para a porta
Da casa da fazenda...
Já era hora morta!

Meu corpo trêmulo
Saiu sem disfarce
Mergulhou nas enxurradas
De águas barrentas e agitadas.

E o vento frio
Da noite que morria
Deixava fria a chuva que caía
No meu corpo esguio!

No leito do pátio encharcado
Um vulto surgiu inteiro
Era um encontro inusitado
Do meu amor primeiro.

Na madrugada que me viu sem jeito
Sem vozes para me despertar
Fechou o silêncio! Veio um beijo...
E o amor nos corpos a dançar.
Mena
Enviado por Mena em 17/09/2009
Reeditado em 17/09/2009
Código do texto: T1815371

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mena
Brumado - Bahia - Brasil
539 textos (117684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 22:14)
Mena