Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Atos, fatos...

Atos
Fatos
Alheios
Distantes

De olhos em lágrimas
Transparentes
Como a alma

A busca
O sonho
Sem palavras, escritas ou ditas
Ouvidas
Esquecidas

A noite
A madrugada
Tão fria, enluarada
Mais parece uma cusparada
A me dizer
Pra esquecer
Esta paixão a fenecer
No amanhecer

Não adianta
Tirar com a mão
Se está dentro do coração
E é só emoção!

Então,
Diga-me não
Sinalize com a mão
Empurre para o chão
No meio da multidão.


Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 05/07/2006
Reeditado em 11/12/2007
Código do texto: T187752
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1436 textos (74611 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 17:19)
Fátima Batista

Site do Escritor