Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como brisa

Numa virada do vento te trago
e inflo meus pulmões de ti.
Torno-me brisa diurna
e transpiro-te.
Torno-me brisa noturna
e anoiteço-te.
Num remexido de quadris,
verto-te.
E escorro beijos, afagos.
Numa virada de olhos,
orvalho-te.
E finalmente, num
abraço de alma,
amo-te!
Pura e simplesmente,
amo-te assim...
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 30/01/2005
Reeditado em 05/11/2007
Código do texto: T2975


Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
510 textos (26655 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/06/20 21:28)
Dora Leal