Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHÃO*


E se meu corpo for chão

e se teu corpo for pão,

que todas as outras coisas

sejam piedades vazias.

 

E se teu corpo for lago

e se meu corpo for pagão

que todos os ouvidos se fechem

e que todas as nossas bocas falem

 

E se não restar poesia,

nem chuva,

nem areia,

nem beirada de paixão

Que haja sal para o batismo

 

E se minha nuca for alvo

e se tua lingua for alva,

que seja lirismo o beijo.

 

E que seja forte o filho,

desses trilhos de vento.

Rebento seja quem te rasgou

inteiro, amor!

 

by Luciane Lopes
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 14/11/2011
Código do texto: T3336235

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 50 anos
1215 textos (65073 leituras)
47 áudios (3156 audições)
1 e-livros (122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 09:28)
Luciane Lopes