Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERENETA DE ADEUS




Acorda menina manhosa
Hoje vim te dizer adeus,
Trago comigo o violão
E uns companheiros meus.

Eles serão testemunhas
Do que vou te dizer
Entreguei-te o meu amor
E o deixas-te morrer

Cantei serenata para te conquistar
Mas hoje ela será diferente
Cantarei uma serenata
Para terminar tudo entre a gente.

Trocado fui por outro
Desprezas-te o meu amor
Nesta serenata que hoje canto
Da letra, o desespero é o autor.

Choro, pois meu coração,
Recebeu ferida mortal
O que fizeste com ele
Foi cravar-lhe um punhal;

Meu violão é testemunha
Meus companheiros também
Hoje não é mais minha
E não serás de mais ninguém.
ANGELICA ARANTES
Enviado por ANGELICA ARANTES em 29/01/2007
Código do texto: T362357

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA ARANTES
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
4376 textos (301539 leituras)
72 e-livros (3880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 08:37)
ANGELICA ARANTES