Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas filhas.


Minhas filhas...
Não minhas, mas do mundo.
Filhas que são vidas, minhas vidas.
Vidas de um futuro que não estarei presente.
Vidas  de uma época de intensa felicidade e amor.

Raísa;
Minha filha, amada filha.
Filha de um tempo... Das incertezas na vida.
Filha querida, uma realização de vida.
Meu amor na forma de filha.

Irina:
Filha querida.
Filha de um tempo de indecisões em minha vida,
Filha que trouxe a mim a paz e certeza no futuro.
Querida filha de meu coração.

Desiré:
Minha pequenina filha.
Filha de uma época de esperança no futuro.
Filhinha querida, trouxe paz á alma,
Filha de uma época de descobrimento do amor.

Maria:
Tu foste uma esperança,
Foi um sonho de realização pessoal.
Tu foste a mulher que trouxe a mim, Minha posteridade.
Hoje,  a esperança e a segurança, a paz e o amor de meus tesouros.


29 de janeiro de 2007,

Hoje,  Estou  feliz como nunca em minha vida. Sinto-me feliz por ser pai de três mulheres lindas e maravilhosas. Motivo de orgulho e felicidade.
geraldo rosa
Enviado por geraldo rosa em 29/01/2007
Reeditado em 29/01/2007
Código do texto: T362851
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
geraldo rosa
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 59 anos
60 textos (6901 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 02:30)
geraldo rosa