Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FRAGRÂNCIA DA SUA PELE

Se eu lhe olhar muito,
Peço que me perdoe
É que eu trabalho com as vistas,
Com os olhos cheios de calor
E mesmo no escuro eu vejo
A luz que emana
Da fragrância da sua pele

Se eu tirar de dentro do peito
Um suspirar bem profundo,
Peço humildemente que não ligue
É que sou muito sensível
Quando de você me acerco
E sinto bater lá no cérebro
A fragrância da sua pele

Se eu ficar atordoado
Sem saber o que fazer
Quando você se apresenta,
Não ligue, cale, suporte
É que o ar me entontece,
Me deixa louco, adormece
Com a fragrância da sua pele

Se penso que é rosa vermelha
Ou outra cor que enternece
A sombra dos seus cabelos,
É isso mesmo que penso,
Que cheiro, vejo e respiro
Quero sentir num supiro
A fragrância da sua pele


© Fernando Tanajura
Siga-me no Facebook: www.facebook.com/fernandotanajura


(in Coisas do Coração - João Scortecci Editora
São Paulo/SP - 1993)
Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 24/07/2005
Reeditado em 17/08/2016
Código do texto: T37183
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1631 textos (163240 leituras)
1 e-livros (179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/20 03:37)
Fernando Tanajura