Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TUA PRESENÇA

TUA PRESENÇA MARCANTE



Até quando sofrerei, por não ter mais você. Quanto mais nos amamos, mais distantes ficamos.
Sofro calado para não te magoar, choro em silêncio para não ouvir minhas lagrimas morrendo no chão...
Muitas vezes me surpreendo pensando em você, já não contenho meus sentimentos.
Pois já passei a barreira da loucura, mesmo dormindo escuto você me chamar.
Levanto assustado, pensando que bates em minha porta, querendo entrar.
Saio da cama correndo e abro a porta e nada, nem sobra de você virando a esquina.
Ao me deitar sinto a tua presença ao meu lado, ponho a mão sobre o lençol e ele está quente.
O travesseiro tem o seu perfume, adormece minha solidão e mais um dia começa.
Levanto-me para mais um dia de agonia, e de desespero, vejo minha roupa.
Que estava sobre a cadeira, amassada, encontra-se dobrada sobre o sofá.
Fico arrepiado como se você beija-se minha nuca.
Enquanto ando pela rua, tenho a nítida impressão de escutar você!
Chamando pelo meu nome, muitas vezes sozinho, percebo que me olha por de trás da porta entre aberta.
Fico parado, olhando para ver se você sai do escuro, por estar brincando comigo.
 Muitas vezes, na hora do jantar mesmo sabendo que estou sozinho, a sempre um outro prato a te esperar.
Imaginando que chegarás tarde do serviço, a hora passa e você não vem, e me dou conta que não estais aqui.
Sento a beira da cama, e fico a olhar um lugar vazio ao meu lado!
Murcho, iguala uma flor sobre um tumulo, pois as paredes já não me dão mais ouvidos.
A noite é alta, e a lua brilha em comunhão com as estrelas, uma perfeita harmonia.
E eu aqui solitário chorando pelos cantos, em soluços eu me deito e espero o dia amanhecer.
O dia amanhece e você não vem.


Solitário sim, na esperança de te encontrar.
Mas desistir já mais

AMO-TE
POETA do MAR
Enviado por POETA do MAR em 13/02/2007
Código do texto: T379822

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
POETA do MAR
Porto Ferreira - São Paulo - Brasil
35 textos (2502 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/20 00:26)
POETA do MAR