Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEU PALHAÇO, SEU POETA.

SEU PALHAÇO, SEU POETA.

Só p'ra lhe consolar
Só p'ra não lhe ver chorar
Mesmo sem ter jeito
Eu faço
Graça p'ra você sorrir

Posso ser até palhaço
P'ra fazer você sorrir

Só p'ra ter o seu amor
Só p'ra ter o seu ardor
Mesmo sem ter jeito
Eu falo
Coisas p'ra você sentir

Posso ser até poeta
P'ra fazer você sentir

Palhaço
Posso ser
Poeta
Posso ser
P'ra fazer você feliz!

Leopoldina, MG, 20.01.1974.
Balzac José Antônio Gama de Souza
Enviado por Balzac José Antônio Gama de Souza em 19/02/2007
Código do texto: T386256

Comentários

Sobre o autor
Balzac José Antônio Gama de Souza
Leopoldina - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
204 textos (18588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 16:35)
Balzac José Antônio Gama de Souza