Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bosque das Recordações
Nadir A. D’Onofrio
 No bosque úmido, obscuro
Incauta me perdi.
Noites de solidão, medo, desvario,
Esperanças esvaindo-se como, areia fina,
A escorregar por entre os dedos...
Só o que mantinha, a chama da sobrevivência
Era a voz afetuosa que em, sonhos ouvi.
Sonhos?
Foi tão real!
Mescla de sons, perfumes inebriantes,
Cuja essência lembrava, sândalo e jasmim...
Jasmim estrela é isso!
A flor que em, meu cabelo gostavas de colocar.
Mesmo no delírio da loucura
Que assolaram meus momentos
sua, imagem era constante!
Seguindo-me, devorando-me, com seu olhar...
Ah... quanto por ti eu clamei,
Chorei, implorei...
Hoje relembro esse passado, abençoado.
Bosque das minhas recordações!
Vivencio, cena por cena, algumas, sofridas!
Outras... sentindo a plenitude da felicidade.
Aconchegada em seus braços, lábios roçando
seu peito, o calor do seu corpo, incendiando o meu.
Foi aqui... na fusão de energia desprendida por
nossos corpos que nossas, almas se reconheceram.

Finalmente... reencontraram-se...

08/08/2005-14:30
Santos-SP

 
Imagem: Nadir DOnofrio

Respeite Direitos Autorais.

Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 05/08/2005
Reeditado em 09/08/2020
Código do texto: T40610
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Serra Negra - São Paulo - Brasil
947 textos (104393 leituras)
147 áudios (14286 audições)
12 e-livros (3263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/21 12:03)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor