Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma palma em cada mão

Ainda me resta as costas de cada mão
Uma para afastar
Outra para afastar
Mas como não presto amor a ninguém
Apenas uma mão em cada cem
É de quem me quer amar.

Mas ainda me resta uma palma em cada mão
Uma para aceitar
Outra para aceitar
Mas como não peço amor a ninguém
Essa mão em cada cem
Acaba sempre por não chegar.
TrabisDeMentia
Enviado por TrabisDeMentia em 10/03/2007
Reeditado em 10/03/2007
Código do texto: T408280

Comentários

Sobre o autor
TrabisDeMentia
Portugal, 43 anos
54 textos (2959 leituras)
3 áudios (476 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 15:27)
TrabisDeMentia