Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vales do amor


Os vales do amor
Não são para sempre
Acidentes ou passagens
Dos inconscientes

Não valem a cor
Não valem miragens
Não valem o sabor
Somente a paisagem

Os vales por traz
De muitas montanhas
Baixios que jaz
Em nossas entranhas

À sombra dos altos
Picos dos morros
Os vales se assolam
De rios caudalosos

Suas águas tão frias
Desmancham-se em pedras
Corredeiras loucas
Remansos que regam

Sombrios recantos
Silêncios profundos
Os vales do amor
Resvalam nos nossos mundos
Edbar
Enviado por Edbar em 11/03/2007
Código do texto: T408385
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 69 anos
3202 textos (97631 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 08:38)
Edbar