Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RAINHA

Nada como morar-te:
na pele, na ávida boca, no sexo
puro afeto.

Esse roçar do corpo:
lasso, tato, gato.
Arfar do peito e esse jeito:
doce, meigo.

Poema à rainha
que sabe do ato e do fato.

- Do livro O SÓTÃO DO MISTÉRIO. Porto Alegre: Sul-Americana, 1992, p. 77.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/44352
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 22/08/2005
Reeditado em 01/03/2008
Código do texto: T44352
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
3576 textos (901588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/07/20 10:36)
Joaquim Moncks