Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUAR DE VIDRO


Não foi apenas um
"Lançamento"


Publicarei outros livros, certamente.
Porém esse é 
ESPECIAL.
 

 
 
Momento Mágico - O evento aconteceu em 
01.07.2015
A noite de lua linda, cheia.
Foi um encontro ao ar livre!
Do jeito que eu havia projetado.
Um ambiente romântico,
Propício à poesia.
Numa praça simples e aconchegante
.

 
Um momento emocionante.
Ouvi os meus versos simples
Versos de um intenso amor,
Recitados com emoção.
A poesia invadiu a praça e os corações,
Vi em cada rosto largos sorrisos.
De cada amigo,
Ouvi palavras cheias de alegria.
Em cada abraço recebido, senti calor e sinceridade.
Foi um momento inesquecível, para mim...
Na CEART

Centro de Artesanato do Ceará - Ceart



Algumas fotografias do Álbum I
Fotógrafos:
Rogério Rodrigues e Nilza Taboza


      DSC_0766.JPG
 
 
       
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


 
Sobre o Luar de Vidro
 
É a poesia realidade, d'um amor que aconteceu
Para dar mais vida à minha vida.
Quebrou as vidraças e tocou a lua.

 
Tocou os mais fundos, sonhos meus.
Numa dessas  noites de sonhos
Cheios de realidades,
Em que

Sempre prevalece o sentimento mais lindo;
O amor. 

Eu quis que a noite e o amor voassem céus
Invadindo nuvens
para que numa corrente de amor
chegassem até ele.
A minha maior felicidade
foi sentir a sua presença o tempo todo.
E saber que estavas comigo em sua alma também.
E saber mais,
Que esse amor, estaria registrado em cada página do 

Luar de Vidro
Dando somente início a um amor para a vida inteira.
Liduina do Nascimento
 


 
01.JPG








 

 
 
 



 
 
Andressa%2BBessa.jpg













 
Clecio.jpg












 
 
DSC_0858.JPG













 
   
        














 
DSC_0862.JPG
 
 
 
 
 
 
 

 


 
 






 
 
 
 
 
 

 
 
DSC_0883.JPG
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 


 
 

 
 
 
 
 
 
 
 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
                 
                      

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

                        

 




Luar de Vidro

E nas duas janelas, fico inquieta,
Andando de um lado para o outro.
Daqui, vejo tanta vida passando.
Numa janela,
Desfila o meu passado esquecido.
Noutra,
A felicidade tão sonhada.
Tanto amor por você aqui sentido,
Tanta vontade guardada.
Desejos crescentes, nessa distância.
Alguns contidos.
Do lado de fora através das vidraças
Os sonhos atravessam tudo.
Por dentro, insistente, a esperança.
Poesias,
Viagens e devaneios,
para amenizar tantos anseios.
Voam livres os sonhos meus.
Para expressar tantas vontades.
Lua.
Sua, minha.
Rouba da alma tantas verdades.
Amor que vive essa realidade.
Eu acredito na poesia,
Mesmo sem rimas ou nexo,
Sem simetria.
Esses rascunhos do coração.
Libertando a minha alma,
Com palavras sem complicação.
Meus poemas,
neles, alcançando os horizontes.
Ultrapasso pontes.
Sempre em sua direção.
Das minhas janelas eu te namoro.
Luar de Vidro
Em lírica transparência.
Assistindo tudo, sem proximidade.
De poder amar, sem tocá-lo.
Nessa prisão que, pra mim, é a sua ausência.
Através das vidraças
a certeza do impossível...
Tão possível!
Invadindo em essência
essa minha solidão, lua cheia, linda!
Parecendo o luar brilhante
no deserto da alma, feito o sertão.
Liduina do Nascimento
Todos os direitos autorais desta obra estão reservados.
                                                                 

.



.




.





.
 
 
.
Enviado por Liduina do Nascimento em 12/11/2014
Reeditado em 26/08/2015
Código do texto: T5032379
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liduina do Nascimento
Fortaleza - Ceará - Brasil
2457 textos (78138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 02:04)
Liduina do Nascimento

Site do Escritor