Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESTINO AMAR:



Destino amar:



Chama-me, andarilho por minhas viagens.
Quando escrevo, dizes que esqueço a vida.
E, a cada poesia, tu sentes minha ausência.
E quando volto dizes, com voz entristecida.

Que m’alma voltou, novamente a meu corpo.
Abraça-me, lê o que escrevi, diz que me ama.
Depois em voz alta lê, a mensagem para mim.
Embevecido, eu beijo seus lábios que reclama.

Pedindo para que não viaje, pelo meu mundo.
Não naquele momento, que devo ficar com ela.
Beijo seus olhos, abraça-me, e ali a deixo ficar.

Agora acordado, no mundo real, sonho de novo.
Olho seus olhos, um convite faço, ela me diz sim.
A uma viagem pelo mundo do amor, destino amar.







Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 25/09/2005
Código do texto: T53729
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (154923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/20 21:57)
Volnei Rijo Braga