Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
*** (Poesia em Sextilha)
Abre-se as Portas. ***

 
Abre-se as portas, a poesia aporta.
Quem entra ver a poesia na porta.
A poesia é linda, não é arte morta.
O poeta se inspira e se transporta.
Analiso poesias no horto e na horta.
Tudo é poesia, é tudo o que importa...
 
 
*********************************
 
 
     Poeta, não deu pra segurar lendo a sua linda poesia, eu fiz essa (Poesia em Sextilha), valeu pela inspiração, só não ficou a altura dos seus lindos versos. PARABÉNS!!!
 
Para o texto: Portas e janelas (T5430744)
De: Cândido Paulo Domingues

 
 
José Aprígio da Silva
“Lorde dos Acrósticos”
Stenius Porto.
Porto Seguro\BA.
Quarta-feira, 29 de outubro de 2015 – 18:34.

*******************

Interações:


*** ABRE-SE A PORTA ***
 
Abre-se a porta do coração.
Para a poesia entrar então.
Entra com amabilidade.
Para sair a saudade.
A porta aberta ficando.
Ama-se quem está amando.
Amorosa vibrando...
 
 
Gostei de ler. Abraço poético

 
Obrigada amiga por tão bela interação. Valeu!!!
 
LuisaZacarias
Evora – Évora - Portugal
Quinta-feira -10 de dezembro de 2015 – 17:00


 
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 07/11/2015
Reeditado em 11/12/2015
Código do texto: T5440685
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
1926 textos (183734 leituras)
1 áudios (52 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 11:51)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA