Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INDIFERENÇA...

Na madruga, o suor
Um pesadelo, e acordei
Alguns dizem que perdi
Eu digo...Por ti chorei

Na mística da solidão
A ausência do amor...Encontrei
As lágrimas preencheram o cântaro
Por teu coração implorei

Não respondeu-me sequer
Nem tão pouco veio a mim
Estrada fria e vazia
E um sofrimento sem fim

Ainda assim, te esperava
Pois tu és Deusa em meu ser
Não me incomoda teu jeito
Não me perturba...Sofrer

Você sabe, perfeitamente, que fiz esta poesia, só para você...
O Guardião
Enviado por O Guardião em 02/07/2007
Código do texto: T549469
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
364 textos (35139 leituras)
13 áudios (2421 audições)
2 e-livros (2003 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/19 07:11)
O Guardião

Site do Escritor