Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR QUE VEM... AMOR QUE FOGE...

Amor
De onde vens que a mim te aproximas?
Vens de repente sem menos te chamar
E roubas de meu peito este sofrido coração
Deixando-o chagado em sua dor
Deixando-me no desassossego de mim mesmo
Tal como uma pedra atirada num lago sereno
E agora vibrante encontra-se minh'alma
Como que suplicante daquela que de mim furtastes.

Amor
Abandonado a mórbidos pensamentos
À deriva encontra-se minha mente
Sem saber o que nela se passa
Como que sufocado debaixo de’uma cova fria e escura
Deste mal (se é que seja de fato)
Que tanto me oprime
E não se cura

Amor
Quando virás novamente a devolver-me a mim mesmo?
Qual deveras será o preço de meu resgate?
Rogo-te, todavia, não libertar-me de teu afeto
Ó minha ladra, neste teu suave cativeiro
Para que, pelo tempo que ainda me resta
Seja eu teu eterno prisioneiro

Amor
Para onde fostes que de mim fugistes?...
Deixando entre lágrimas e gemidos
Por aquela que partiste...

Paulo da Cruz
Enviado por Paulo da Cruz em 10/05/2016
Código do texto: T5631138
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo da Cruz
Curvelo - Minas Gerais - Brasil
2082 textos (34556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 05:35)
Paulo da Cruz