Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Do meu jeito

Do meu jeito

Nas palmas das mãos
Aconcheguei meu rosto
Sentindo saudade
E o amargo gosto
Da solidão...
Senti em meus olhos
Uma lagrima que rolou
A maldita tristeza
Sem aviso se alojou
No meu coração.

Como um pesadelo
No silencio um grito
Perguntando por quê
Um amor tão bonito
Pode acabar assim...
Tantos sonhos por nada
Construídos em vão
Num estalar de dedos
O amor e a paixão
Fugiram de mim.

Abandonado e sozinho
Vejo o tempo passar
Olho as estrelas no céu
E não posso sonhar
Porque perdi o direito...
Se por acaso um dia
Voltar a sonhar novamente
Que seja um sonho doce
Com alguém evolvente
Que me ame do meu jeito.

Volnei Rijo Braga
Pelotas 14/09/2016

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 14/09/2016
Código do texto: T5760520
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155502 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/07/21 01:08)
Volnei Rijo Braga