Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARINHO

Carinho,
Tu tens algo mágico,
Algo de luz nas palavras,
Uma linda mulher por dentro.

Um perfume exala de ti,
Como se tu fosses uma flor divinal
Num campo de fragrâncias mil!

Vou me deitar em teus bosques
Sorrir, cantar, pular, correr...

E saltando cair nos teus rios e mergulhar;
E nadar... alcançando outras margens.

Trepar nas tuas árvores,
Imitar um sagui...
Ouvindo o chilreio de um pintassilgo.

E se tu deixares...
Vou comer o mais maduro de teus caquis,
E me esparramar entre tuas flores,
Como se eu fosse um dos teus amores,
Olhando o teu céu de imensidão de rimas.

Depois dormirei um sono suave,
...para sonhar como as crianças
E despertar no teu colo.

Tu tens as rimas da paciência,
Os versos da lídima esperança.
Esta estrofe nascida de teus olhos,
Que é criança nos teus sorrisos
E é adulta nas tuas mãos...

Fez-se chama em meus sentimentos,
Fez-se carícias nos meus lábios!

Quisera ser a chuva passageira
A saciar a sede de tuas sementes,
Adentrando os teus rios de perfumadas veias,
E poder te versejar! ...

Ah sim... versejar,
Às luas cheias
Onde teus cabelos são estrelas,
E tuas canções saem ao vento, retumbantes,
Quais cataratas
Quando as águas amam-se com intensidade,
Não pedindo licença.

Passam por mim...
Não reparam a minha cor,
Não perquiram minha crença,
Não questionam quem eu sou!

Querem banhar as planícies,
Onde tu te fizeste lirial, entre meus pântanos.

Deixo-me absorver pelos teus campos,
Suaves campos de paz e de carinho...

Onde quero versejar
Invadindo tuas várzeas,
Assim como tu invadiste o meu âmago,
Rasgando minhas veias com tuas agulhas de rimas,
Que me viciaram nos teus mágicos inconscientes.

Já não quero voltar desta viagem fantástica,
Dentro de teus poemas silentes.

É o tesouro que os garimpeiros de versos ambicionam,
Mergulhando idiomas nas tuas serras,

E tu te deixas assim..., como uma gueixa, ser descampada.

Ciente que na próxima estação, na Primavera,
Todas as tuas rimas se tornarão, novamente,
Uma colorida floração!

E os ventos poderão sibilantes,
Entre suaves aromas,
Distribuir as tuas canções,
Alegrando os novos poetas
Inspirados nas belas musas de teus sonhadores olhos.

Gigio Jr (Poemas da Chuva-2016)
GigioJr
Enviado por GigioJr em 08/10/2016
Reeditado em 09/10/2016
Código do texto: T5785254
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
GigioJr
São Paulo - São Paulo - Brasil
564 textos (21373 leituras)
2 áudios (126 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 03:31)
GigioJr