Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DESEJO ABSTRATO

Quando a paz que me envolve,
se desmancha em névoa espessa,
fazendo com que eu me esqueça
das dores de mim.

Quando o pássaro que dorme,
desperta em seu rito alvoroço,
com mais firmeza eu torço.
pelas flores do jardim.

Quando a voz que se cala,
resolve se levantar contra,
avessa a qualquer afronta,
que paire por aqui.

Quando a beleza se impõe,
ante à adversidade imposta,
é preciso que se faça  a aposta,
para o melhor de si.

Quando o tempo que se escoa,
não perca o seu ritmo natural,
que o bem, em batalha com o mal,
deixe de ser utopia.

Quando o sonho que se traga,
não possa ser vencido em tese,
necessário há que se preze
os meandros da fantasia.
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 12/08/2007
Código do texto: T603728
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 65 anos
509 textos (40004 leituras)
26 áudios (2000 audições)
4 e-livros (123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 08:49)
JOSE LINS