Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRANHO JEITO DE AMAR:


Estranho jeito de amar:

Quando foi a ultima vez.
Que você disse que ia partir,
Quando foi a ultima vez.
Que fez as malas, abristes a porta.
Fostes até a rua, e voltastes.
Jogastes a mala num canto
Jogastes-te, em meus braços.
Dissestes que me amava.
Que não sabias viver sem mim.
Pediu-me perdão, e prometeu.
Que não ia mais fazer as malas.
Que seu lugar era a meu lado
Hoje recomeças tudo outra vez.
Refaz a mala, vai a rua e volta.
Joga-se em meus braços, e diz.
Que não podes ir...
Sem um ultimo beijo meu.
Eu a, abraço aceito seu beijo.
Finjo que acredito...
Porque sou louco por esta mulher.
E pelo seu estranho, jeito de amar.



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 19/10/2005
Código do texto: T61047
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (155165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/11/20 04:24)
Volnei Rijo Braga