Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ANJO e a MULHER

A impossibilidade de cantar o amor
engasgado na consciência
como uma vergonha
ferve o meu ser
atolado na crosta de fogo
de um sol fumegante
e violento

As escadas que te recebem
mil vezes na minha língua
- que te lambe os passos
(na abertura do dia musical)

As águas sensuais relaxam o corpo
como flores enroscado-te o anjo
e a mulher

A estrada brilha a poeira dourada
cortando o creme da noite
e abertos os portais do mundo
pedreiros loucos arrancam do inferno
estátuas de amantes solitários
para enfeite e delírio dos idiotas
e mágicos sem truques

É aí que eu entro
e só consigo te enxergar no fundo das minhas lágrimas

E se o desejo satisfeito se reduz
ao cessar da carne, passo ao lado sem matéria
levando o espírito carregado da tua pele
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 23/08/2007
Reeditado em 16/03/2013
Código do texto: T619932
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1310 textos (32850 leituras)
8 áudios (1083 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 06:41)
Eriko y Alvym