Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O TEU PERFUME

Que saudades me sobram do perfume
Que te roubei nos tempos de menino,
Gostaria que as paredes onde eu vivo,
Tivessem aromas quentes como lume.

Viver assim com o cheiro do perfume
Que egoista eu te conquistei, duelos
Ganhos e perdidos no amor de duetos,
Que o tempo nos sequestrou amiúde.

O teu perfume é celestial e sensível,
Como a pele do tempo que arrepia,
Quando por mim passa, à revelia,
Para um futuro breve, imprevisível.

Esse teu perfume foi sequestrado
Pelo vento que mo levou um dia
Pela corrente veloz da minha vida,
Que impetuosa caminha pro mar.

Vou pedir às amigas andorinhas
Que me tragam nos seus bicos
E nas asas o perfume que fugiu
E me deixou correr sérios perigos.

O teu perfume ficará bem colado
Às paredes do meu quarto, com
As boas memórias do passado
Que deixam marcas do teu tom.

Ruy Serrano - 27.12.2017

Ruy Serrano
Enviado por Ruy Serrano em 27/12/2017
Código do texto: T6209873
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Ruy Serrano
Portugal, 84 anos
2179 textos (20396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/20 03:26)
Ruy Serrano