Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAIXÃO PROIBIDA

Estou mergulhado no absurdo da paixão proibida.
Fiz-me refém encarcerando futilmente a minha vida.
Sinto-me vigiado descaradamente, acusado pela minha nobre consciência. Vivo um conflito de valores desmoronando em dissabores exterminando a inocência. É corpo alma em atritos noite e dia ouço gritos! O maldito e o Bendito; são as vozes do infinito querendo me convencer. Já nem sei no que acredito, peço alguém pra me defender. De mim mesmo de tal postura, da minha efêmera loucura de não saber a essa altura se mesmo assim quero viver. Então me prostro em reverencia suplico pedindo clemência e apelo com eminência alguém pra me socorrer. Se os deuses não me ouvirem nem favoráveis a mim agirem livrando-me de mim mesmo, serei mais um desvairado, vivendo acorrentando pela paixão açoitado por não ter sabido amar...
Ted babado
Enviado por Ted babado em 24/08/2007
Reeditado em 30/03/2013
Código do texto: T621590
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do altor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ted babado
Botucatu - São Paulo - Brasil
170 textos (8058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 18:22)
Ted babado